ENTRE ASPAS: CORAÇÃO FERIDO


Era uma tarde de sábado, tudo estava tranquilo e calmo naquela pacata cidade do interior. Ela estava triste, precisando de um ombro amigo ou um abraço para mudar o seu humor, porém, o que ela ganhara naquele dia nem se aproximava de alguma demonstração de afeto. Estava confusa, e não sabia mais o que fazer, tudo o que ela queria era resolver tudo e voltar a ser feliz. Do outro lado da cidade, estava ele, se divertindo com os amigos, sem ao menos lembrar que ela ainda existia. Brincava, sorria, esbanjava felicidade. Nem imaginava ele que aquela garotinha sofria, e o pior, por ele.

Na manhã daquele mesmo dia, os dois estavam juntos em casa, como sempre ficaram há um bom tempo, nada de sorrisos, nada de brincadeiras, apenas frieza e desrespeito. Ela já cansada de toda aquela situação, resolve tentar conversar, ou pra mudar ou pra colocar um ponto final. Não sabia ela que essa seria a última conversa. 'Amor, do jeito que está não consigo mais, tá tudo muito mudado, a gente mal conversa, quando abrimos a boca para falar, só sai palavrão e desrespeito, eu não quero mais viver assim...' Ele fica em silêncio. Ela imagina que ele possa estar pensando em tudo e procurando uma solução. Ficam calados por mais ou menos 10 minutos quando ele resolve falar: ' Você acha que eu queria isso? Você acha que foi isso que eu sonhei pra gente? Claro que não, eu queria ser feliz, mas não consigo lidar com você, você é uma criança, não consegue conversar, não consegue me compreender, só sabe fazer coisa errada, eu é que não consigo mais, não entendo como ainda consigo ficar do teu lado, acho que a unica solução é a separação, o amor que eu sentia por você não é mais o mesmo, nada é igual, eu cansei...' Ela não fala nada, apenas arruma as coisas e se vai. Ele acha que ela vai voltar, pois afinal ela o ama e não sabe viver sem ele.

Passa-se uma semana, duas e ele resolve ir atras, ele encontra uma garota diferente, crescida, e que nem lembra dele (por fora). Arrependido, ele pede pra voltar, mas ela diz que não. 'A garota que você conheceu não existe mais, eu cresci, mudei, evolui. O que eu vivi com você me fez enxergar a realidade da vida, e no momento você não faz parte dela'. Uma lágrima rola em seu rosto, ela vira as costas e vai. Acabara de morrer ali uma história que tinha tudo pra ter um final feliz, mas por imaturidade, não conseguiram levar pra frente.



0

Nenhum comentário:

Postar um comentário

De sua opinião honey *-*