SOZINHA, NUM MUNDO DE LOUCOS!


Hoje eu acordei pior que os últimos dias. Minha cabeça dói de tentar pensar em alguma coisa, em qualquer saída. Lágrimas brotam em meus olhos só de pensar em tudo o que vem acontecendo. Descobri que estou sozinha, num mundo onde ninguém vive só, eu estou. É doído pensar em tudo o que vem acontecendo na vida. Não evoluí nada, nisso ele tem razão. Mas não preciso de ninguém me jogando contra a parede e expondo os meus defeitos na minha cara. Eu mesma sei fazer isso. Foi-se o tempo em que sangue do mesmo sangue tinha um sentimento maior por você. Me sinto muito mais apegada com os outro que estão lá no meio da rua do que com a minha própria família, se é que podemos dar esse nome. Dói. Machuca. Rasga o peito num tanto que eu não consigo explicar. Tenho vontade de desistir, jogar tudo pro alto. Tudo o que sou pra eles é uma simples empregada, que rala o mês inteiro e no final recebe um simples: 'Você não faz nada por ninguém, ingrata!'. Não é drama. Quem me dera se fosse. Estou totalmente destruída. Não tenho mais uma figura materna com quem eu possa dividir meus segredos e pedir conselhos. Agora ela os dá pra outra pessoa, pessoa essa que me fez muito mal e quase destruiu minha vida duas vezes. Já com a figura paterna não consigo mais me relacionar, não depois de tudo. Não depois de ele dizer na minha cara mais de três vezes que eu sou o desgosto da família. Não depois de eu descobrir tudo o que eu descobri nos últimos meses. Enfim, estou perdida num mundo de loucos, e tentando me esquivar por meio de meus pensamentos e desse blog, que são as únicas coisas que me distraem. Que me tiram desse mundinho de merda do qual qual eu faço parte!







0

Nenhum comentário:

Postar um comentário

De sua opinião honey *-*